quinta-feira, 17 de março de 2011

La dolce vita!!!

Viajar significa descobrir novos prazeres. Se esse prazer é cremoso, gelado e saboroso, isso significa nos lambuzar em litros e litros de sorvete. Com certeza, nessa questão o Mauro manda bem melhor que eu. Afinal de contas, seu nonno Ferdinando, quando morava na Itália era sorveteiro. Provavelmente, seu cromossomo  deve ter tido alguma mutação genética que incluiu o gene S (de sorvete!) porque estou para conhecer pessoa mais sorvetuda. Portanto, nas nossas viagens descobrimos vários sorvetes e os mais deliciosos estão citados abaixo:


Nonno Ferdinando, o responsável pelo gene S!


Muitos sorvetes pela Toscana
- gelato: tão importante quanto conhecer o Coliseu é tomar sorvete na Itália. São os melhores do mundo, com certeza. Em San Gimignano, na Toscana, descobrimos uma gelateria, a Gelateria di Piazza, onde havia um cartaz da conquista do primeiro lugar no concurso mundial de sorvetes. Bem, numa pátria onde existe esse tipo de competição, deve-se levar em consideração que a qualidade dos sorvetes é altíssima. Portanto, não tenha medo de ter grandes expectativas; todas elas serão recompensadas. Não deixe de experimentar os de pistacchio (pistache), nocciola (avelã) e fragola (morango, sem leite, bem diferente do brasileiro). A experiência de passear pelas vilas toscanas com um gelato na mão parece que te insere melhor na cultura local.
Os ótimos sorvetes não se limitam à Toscana. Todas as outras cidades italianas também têm sorvetes deliciosos.

Em Roma, vá a Fontana di Trevi e sente-se (ou tente se sentar) apreciando um gelato de duas bolas junto com a horda de turistas que curtem o ponto turístico. Não se esqueça de jogar a moedinha na Fontana, para voltar um dia e poder tomar outro sorvete!
Agora é só achar um lugar para sentar e apreciar o sorvete e a Fontana di Trevi

Em Verona, experimente o semifreddo, sanduichinhos de sorvete comercializados na Piazza Brà desde 1939, na gelateria Savoia.

Pai e filho apreciando um semifreddo na Piazza Brà

- helado: o sorvete de dulce de leche dos nossos hermanos é o grande diferencial das sorveterias argentinas. Moradores locais nos indicaram os melhores em Buenos Aires. Mas experimentamos verdadeiras delícias nas pequenas cidades de El Calafate e em El Chaltén.


Em El Calafate, nosso primeiro contato com o sorvete de dulce de leche
Na capital do país, recomendamos duas sorveterias. A Persicco, a melhor na nossa opinião, hoje tem diversas filiais. Visitamos a que fica na calle Salguero esquina com a Cabello. O preço do sorvete não é muito amigo, mas a qualidade é indiscutível. Conhecemos também a Un' Altra Volta, na Av. Del Libertador, 3060. Essa heladeria também tem várias filiais na cidade e a qualidade é parecida com a Persicco.  A Freddo é a mais conhecida da cidade. Fomos a uma de suas filiais mas para nós o sorvete que as outras duas produzem são mais gostosos.


Na Persicco


- ice cream: nossos colegas estados unidenses também têm sorvetes gostosos. Os do Ben And Jerry's são os melhores que provamos e além de sorvetes servem smoothies e chocolates quentes deliciosos. Se passar pela Disney, vale a pena experimentar o sorvete com a cara do Mickey. A casquinha é de chocolate meio amargo e o recheio é de nata. De brinde, sabor magia!!!

Gosto de magia!!!
- Fortaleza: o sorvete de Fortaleza é menos cremoso do que os outros citados acima. A surpresa positiva é a diversidade de sabores de frutas regionais. Cajá, tapioca, umbu, acerola e açaí são alguns dos sabores que o feliz turista pode experimentar, de preferência a noitinha, aproveitando a brisa que não cansa de soprar, para também se refrescar.
- Manaus: como Fortaleza, sabores de frutas da região como taperebá, cupuaçu e tucumã são alguns dos sabores que você poderá provar na quente e abafada capital do Amazonas. Tem diversas sorveterias espalhadas pela cidade para ajudar a nos refrescar naquele calor intenso.
Nós fomos na Sorvete Glacial, no centro e na Ponta Negra, gostamos e recomendamos.
- Parati: no centrinho histórico tem uma sorveteria com o melhor sorvete de côco do mundo, segundo o Mauro. Seu nome é Ice Paraty Brasil e fica na esquina das ruas do Comércio e da Lapa. Também possuem sabores gourmets, como o de chocolate amargo com laranja, mas tudo depende da disponibilidade do produto na loja.


- Atibaia: o segundo melhor sorvete de côco fica em Atibaia, na sorveteria Alaska, na rua da Saudade, 5. A sorveteria vende por quilo ou por bolas e vale a pena experimentar também o de iogurte e o de banana caramelizada.
- São Paulo: de tudo que já experimentamos em SP, a Vipiteno é a melhor. Podemos dizer que é um pedacinho da Itália no Itaim. Nessa sorveteria você pode tomar sorvete de pistache numa boa, pois não perde nada para um italiano.
- Santos: infelizmente, não temos sorveterias magníficas por aqui. Mas temos duas sorveterias muito tradicionais. Uma se chama Royal (fica no canal 1, na quadra da praia). O lugar é pequeno e não comporta seus clientes, que se espalham pela mureta do canal ou pela praia. Muito bem servido, o hit é pedir uma bola com dois sabores. Meu preferido é o de brigadeiro. A outra é a Itanhaém. Vende por quilo e caso não esteja lotada, você poderá se sentar num dos lugares mais movimentados da cidade, pois a sorveteria fica na praça da Independência, Gonzaga.

7 comentários:

  1. Bela e deliciosa lista!! De todos que você falou, deu saudade mesmo dos autênticos italianos!! Ah! essa foto do nono do Maurinho é show!! Beijo grande!

    ResponderExcluir
  2. Lembramos o nome do nosso sabor preferido na Italia, é o Amarena, é um tipo de cereja! Dos deuses!!!

    ResponderExcluir
  3. esses sorvetes italianos são realmente inesquecíveis... pode deixar que iremos experimentar esse sabor de amarena!

    ResponderExcluir
  4. Muito "diferente" seu blog, gostei, mais antes tome cuidado com alguns erros de português!Afinal é público

    ResponderExcluir
  5. Olá Anônimo, obrigado por entrar em nosso blog e ler atentamente nossos posts.
    Gostamos muito do feedback - retorno - dos leitores para melhorarmos sempre este espaço.
    Se você puder nos informar o(s) erro(s) ficaremos felizes em corrigi-lo(s).
    Atenciosamente, Anima

    ResponderExcluir
  6. Estando no Litoral Norte de SP procurem as Sorveterias ROCHA (não é o Rochinha)...são de uma família que há muito mais de 50 anos produzem maravilhosos sorvetes artesanais!!! A rede LaBasque com seu famoso chocolate com amêndoas tb merece uma citação!!! No Alaska vamos misturar neve com fruta e açúcar que vira sorvete!!!

    ResponderExcluir
  7. Isso mesmo Adriano! mas acho mais fácil levar uma garrafa de groselha e fazer raspadinha!!!
    Valeu pelas dicas! e vc? como andam os preparativos?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...